Menu
Blog
Leia nosso Blog

16/02 -Cão é resgatado após denúncia de abuso sexual e maus-tratos no Acre.

'Está amedrontado', diz veterinário sobre comportamento do cachorro. 
Homem foi encaminhado para a delegacia de Rio Branco.

O Centro de Zoonoses de Rio Branco resgatou um cachorro após denúncia de abuso sexual e maus-tratos por parte do dono dele, um homem de 43 anos. O caso ocorreu no sábado (10), no bairro Calafate, na capital. De acordo com o diretor e médico do centro, Everton Arruda, a equipe de resgate foi acompanhada por duas viaturas da Polícia Militar (PM-AC), e, após verificar a situação do animal, foram constatadas fraturas e inflamações. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Flagrantes (Defla), onde foi registrado um boletim de ocorrência.

O animal era içado no galho de uma árvore e precisava ficar nas pontas das patas para não ser enforcado. Isso era o dia inteiro"
Everton Arruda, diretor do Centro de Zoonoses

"O cachorro havia acabado de apanhar, estava com um edema e fraturou um osso da pata, que já estamos tratando. O abuso sexual foi comprovado, havia indícios, pois o ânus do cão estava bem inflamado e avermelhado ao redor. O animal nem mesmo gosta que peguem no rabo dele, fica se virando quando vamos pegar. Ele tem um comportamento traumatizado, não sabe se quando nos aproximamos vamos bater ou fazer carinho, está amedrontado", explica.

Ainda de acordo o diretor, o centro já registrou outros casos de abuso de animais, mas em uma fêmea, além disso os bichos não eram espancados como neste caso. "Nesse caso, além do abuso havia o espancamento. O animal era içado no galho de uma árvore e precisava ficar nas pontas das patas para não ser enforcado. Isso era o dia inteiro. Nem mesmo a alimentação era adequada", conta.

Arruda destaca que pelo menos quatro pessoas já se interessaram em adotar o cachorro, entretanto, explica que por ser um caso em que o animal se mostra claramente traumatizado, será feita uma avaliação com todos os candidatos à adoção.

"Se esse animal não sentir que a pessoa que o adotar passa segurança, ele vai acabar se tornando agressivo. Ele precisa de muito carinho, esse não é um caso comum, por isso, vamos fazer uma bateria de perguntas até encontrar a pessoa adequada. Tem muitas campanhas de organizações nas redes sociais, mas é preciso que todos saibam que esse não é um animal qualquer e que exige cuidados", finaliza.

O G1 tentou ouvir o dono do animal, porém não obteve resposta até a publicação desta matéria. De acordo com o coordenador da Delegacia de Flagrantes de Rio Branco, Rodrigo Noll, o homem foi liberado após assinar um Termo Circunstaciado de Ocorrência (TCO) e o caso foi encaminhado ao Juizado Especial.

Cachorro foi resgatado após denúncia de abuso sexual e maus-tratos (Foto: Quésia Melo/G1)

Fonte: g1.globo.com

« voltar para o blog