Menu
Blog
Leia nosso Blog

29/08 -Dono de extensa ficha criminal atropela e mata pitbull de vizinha com 6 tiros

De acordo com a dona, após executar o animal, o homem continuou na sua residência, bebendo cerveja

 

Homem identificado apenas como Diego, é suspeito de matar com 6 tiros, um cachorro da raça Pitbull, em um condomínio localizado no Bairro São Jorge da Lagoa, em Campo Grande no Mato Grosso do Sul. O caso aconteceu na noite de 19 de agosto.

De acordo com proprietária Emília Rodrigues, o cachorro batizado de Zeus, apesar de grande, era dócil e convivia em harmonia com os moradores e crianças do residencial. Mesmo assim, o vizinho estava incomodado com a presença do animal no espaço e, anteriormente, já tinha atropelado o Pitbull.

Na noite do crime, o suspeito, por algum motivo descarregou a arma contra o animal. “Chegamos em casa e o cachorro tinha pulado em uma criança do condomínio, não mordeu nem nada, as crianças vivem brincando com ele. O vizinho que não é pai de nenhuma das crianças chegou, atropelou o cachorro e deu um monte de tiros”, relatou a tutora do animal aos prantos.

Ainda de acordo com a dona do Pitbull, após executar o animal, o homem continuou na sua residencia bebendo cerveja.

A proprietária do animal registrou a ocorrência contra o vizinho na delegacia de Polícia Civil, que está apurando o caso.

 

Dono de extensa ficha criminal por violência doméstica, suspeito foi indiciado por maus-tratos e porte ilegal

Ouvido pelas equipes da Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), o homem que assassinou um cachorro da raça pitbull a tiros, no Bairro São Jorge da Lagoa, no dia 19 de agosto, afirmou à polícia que guardava a arma usada no crime há cerca de 4 meses. Dono de uma extensa ficha criminal por violência doméstica, agora, ele foi indiciado por maus-tratos e porte ilegal de arma. 

Além da arma, também foram apreendidos três projéteis e um fragmento de projétil, achados durante os trabalhos periciais. Dois deles foram retirados do corpo do animal, na realização do exame necroscópico por médico veterinário do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses).

O autor agora, responde pelos crimes de maus-tratos qualificado e com o aumento de pena devido à morte do animal e por porte ilegal de arma de fogo.

A morte de Zeus gerou revolta nas redes sociais. Em busca por justiça, os donos do animal criaram um perfil no Instagram para o pitbull e iniciaram uma campanha denominada “Justiça por Zeus”. Na página, seguida por mais de 2,4 mil pessoas, donos de animais e protetores descreveram a revolta pelo crime e a discriminação que os cachorros da raça sofrem.

Donos começaram uma campanha para pedir justiça. (Foto: Redes Sociais)

Assim que o caso foi denunciado, equipes da Decat foram ao local do crime. O suspeito foi encontrado e com ele, a arma calibre 38, usada do crime, foi apreendida. Como não tinha porte do revólver, o homem foi indiciado por porte ilegal.

Em depoimento, explicou que tem a arma em casa há quatro meses, desde que recebeu como pagamento por um “serviço”. Ele também detalhou os motivos que o levaram a atirar em Zeus. A versão, no entanto, não foi divulgada pela polícia, mas conforme apurado pela reportagem, ele teria matado o cachorro por receio de um ataque.

“O lamentável episódio ilustra a teoria de que os donos de cães de grande porte, principalmente, pitbulls, devem ter cuidados constantes com a guarda do animal, para não despertar nas outras pessoas, um comportamento que vá de encontro à integridade física, vida e  saúde dos cães, haja vista que, muitas vezes, por medo e para prevenir de suposto ataque futuro, indivíduos podem agir de maneira a causar algum tipo de dano a esses tipos de animais”, divulgou a delegacia.

Fonte: https://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/vizinho-que-matou-pitbull-zeus-e-levado-a-delegacia-e-confessa

« voltar para o blog